Dicas Importantes para a Prova Oral aos Concursos Jurídicos

Magistratura Federal, Estadual, Trabalhista Ministérios Públicos, AGU e Procuradorias, Defensorias


Magistratura Federal, Estadual, Trabalhista Ministério Público Federal, Estadual, Trabalhista, AGU e Procuradorias, Defensorias, Advocacia e Delegacias de Polícia Civil



O orientador Acácio Garcia é Procurador Federal aposentado, mestre em oratória e dicção, diretor do IMCEV (Instituto Motivacional de Criatividade e Expressão Verbal) , especialização em Psico-pedagogia e Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina, ministra cursos e palestras na área comportamental por todo Brasil e no exterior.

 

Quais as dúvidas mais freqüentes dos candidatos aos concursos na área jurídica?

 

1. Estudei muito para as provas escritas, passei em todas, agora estou na reta final com muito medo da prova oral, fico ansioso, perco o sono, tenho constante taquicardia, vermelhidão, “branco” , sudorese e gagueira emocional.

Resposta:
 

SIGA AS DICAS DO ALFABETO PARA UMA EXCELENTE PROVA ORAL
 

a) Lembre-se que você já é um vencedor só por ter chegado aos finalistas da Prova Oral. Diga mentalmente: “A minha Prova Oral será a melhor de todas!” – “Ninguém melhor

 do que eu, para falar sobre esse assunto”.

b) Todas as manhãs antes do concurso, ao acordar, escovando os dentes, olhe para o espelho e pense em algo alegre, cantarole uma música que você ame, busque um sorriso até rir com vontade.

c) Sabia que rindo, você fabrica endorfina, que é o hormônio da felicidade, da alegria, do prazer e do sucesso?

d) O seu cérebro possui de 100 a 200 bilhões de neurônios, células altamente especializadas que obedecem as suas palavras. Portanto, diga palavras positivas, faça um elogio a sua pessoa. Jamais pense negativamente sobre sua Prova Oral.

e) Use a fórmula: P+I+E+C = Fé. Ou seja, Pense Positivamente + Imaginação Positiva, que já passou na Prova Oral (a Imaginação é amiga inseparável do Pensamento e aumenta 100 vezes o poder de pensar) + Emoção Positiva (a Emoção é a mesma coisa que a gravação do seu Coração ou ainda, a voz do seu sub-consciente. A Emoção multiplica 100 vezes a sua Imaginação) + a Convicção Positiva é o seu Consciente acreditando na realização do seu Sonho) e forme a Fé Positiva que irá fazer uma excelente Prova Oral.

f) Estude assiduamente dentro de um planejamento, analisando quais as matérias que necessitam uma revisão a mais.

g) Lembre-se praticar o relaxamento e divirta-se também. O divertimento é o biotônico dos neurônios. O excesso de adrenalina, preocupação e nervosismo provoca o estresse e atrapalha o aprendizado.

h) Faça um ótimo Curso de Oratória direcionado às Provas Orais para Concursos Jurídicos. Ex: www.AcacioGarcia.com.br .

i) Respire adequadamente pelo diafragma pronunciando todas as vogais com força formando a coluna de ar dos pulmões através da traquéia.

j) Coloque uma caneta na boca e pronuncie pausadamente todas as sílabas de um texto de seu livro movimentando todos os músculos do seu rosto, depois retire a caneta e pronuncie todas as sílabas, especialmente a última, como se todas as palavras fossem oxítonas. Coloque um leve sorriso em sua voz.

k) O semblante do seu rosto deverá ser alegre natural. Fale com naturalidade como se estivesse conversando com a Banca Examinadora.

l) Responda as perguntas com naturalidade olhando para o examinador. Evite olhar para o chão ou para o teto, desviando o olhar demonstrando total timidez.

m) Se o examinador lhe perguntar sobre dois incisos de um artigo que contém cinco, responda só os dois, mesmo que você saiba os outros três.

n) Seja educado em sua fala, gestos e postura de todo seu corpo. A tonalidade de sua voz diz tudo! Por essa razão é muito bom participar de um curso filmado para que você possa analisar a alternância de sua voz.

o) Ao ser chamado para a prova oral, lá na sala de espera, ou inferninho, como apelidamos, aperte uma mão à outra, inspire pelo nariz e solte o ar fazendo pressão pelos lábios, disfarçadamente.

p) Lembre-se da postura de campeão vencedor, isto é: um fio invisível amarrado na ponta de seus cabelos, outro fio invisível do ombro direito a parede direita e do ombro esquerdo a parede esquerda, sinta o seu peito sorrir.

q) Escute bem a pergunta e responda com convicção dentro de uma linha lógica de raciocínio. Se sentir a boca muito seca, beba água natural e sem gelo, para evitar afonia. Verifique se não está tremendo com as mãos antes de segurar o copo de água, para evitar derramá-lo.

r) Se usar o microfone, verifique se está ligado, não aproxime muito próximo da boca, que poderá ocasionar a reverberação e sua voz sairá distorcida, segure na posição horizontal a uns cinco centímetros da boca, sem tapar os seus lábios.

(O ideal é participar do curso de oratória para as devidas correições antes da prova oral)

s) Os gestos deverão ser feitos adequadamente e em harmonia com suas palavras. Por favor, não exagere nos gestos!

t) Quando as provas orais forem abertas ao público, assista para conhecer como são as perguntas, o modo e as atitudes dos examinadores. Não discuta agressivamente com o examinador. O desequilíbrio emocional só lhe trará pontos negativos.

u) Use o queixo na posição horizontal, nunca para cima demonstrando arrogância. Verifique se seus pés ou suas coxas estão balançando nervosamente de um lado para o outro.

v) Use um terno novo, o azul marinho não caiu de moda, um camisa clara e uma gravata elegante, não espalhafatosa. As mulheres devem evitar saias muito curtas ou vestidos provocantes, que não condizem com a posição de uma candidata a carreira jurídica. (Invista na sua primeira boa impressão!)

w) Se não souber responder a pergunta, não chute. Diga que estudou aquele ponto, mas não se recorda da resposta no momento, dentro da técnica jurídica.

x) Não segure nada nas mãos de extravagante que possa chamar a atenção dos examinadores. y) Evite os cacoetes das muletas

repetitivas: “Né...Tá...Daí...Certo...Então...Ih...Eh...Hã...” (A melhor técnica é participar do Curso de Oratória para concursos públicos, nas gravações você vai auto-corrigindo).

z) Lembre-se da expressão de praxe: “Vossa Excelência” e não, “Senhor ou Você”. Evite ainda: o Condicional dos verbos: “GOSTARIA”; a forma impessoal: “A GENTE” ao invés dos pronomes EU ou NÓS; a expressão: “ACHO QUE” ao invés da forma correta: “PENSO QUE”, ACREDITO, CREIO QUE”.

Desejo com esse ALFABETO de Dicas para uma excelente Prova Oral, que você obtenha sucesso total no aguardo da merecida POSSE.

Como enfatizamos várias vezes, o ideal é participar do Curso de Oratória direcionado às Provas Orais das diversas carreiras jurídicas.

Nesse Curso, pela nossa experiência na área jurídica e pelo fato de termos assistido inúmeras provas orais para a Magistratura e para o Ministério Público, treinamos e ensaiamos nossos ilustres candidatos, filmando e corrigindo detalhes pequenos, mas que fazem a diferença numa prova tão importante na vida desses futuros juristas. Vale esclarecer que desde 1999, todos aqueles

candidatos que participaram de nossos cursos de oratória direcionados a Prova Oral, todos obtiveram êxito total e o melhor, usam cotidianamente as técnicas apreendidas em suas funções jurídicas e sociais.

  

Como já disse Michael Quoist: “A grandeza de um homem se mede pela sua capacidade de comunicação”.

 
SUCESSO!

 
Acácio Garcia

www.AcacioGarcia.com.br
contato@acaciogarcia.com.br
(48) 3225 2337
(48) 9981 0770


Dicas Importantes para a Prova Oral aos Concursos Jurídicos