Qual a importância da Oratória para um Advogado e Acadêmico de Direito?

Sustentação Oral nos Tribunais - Júri - Alegações Finais



 

O profissional do Direito que não sabe falar em público com naturalidade, argumentar com convencimento é como “passarinho que não canta”. É uma peça meramente ornamental.

A ferramenta mais importante para um advogado é a Oratória – A Arte de Falar em Público!

            Para os profissionais ligados ao direito, certamente a escrita e a fala são instrumentos de trabalho do cotidiano. É certo que existem grandes profissionais do direito que são introvertidos e tímidos. No entanto, se for possível unir o conhecimento científico com boa comunicação é evidente que o sucesso será maior.

            Um graduando muito tímido dificilmente postulará um cargo como juiz, promotor ou mesmo como advogado nas audiências, sustentações orais e nos Tribunais do Júri. Quem se comunica bem, tende a ser valorizado. Para as profissões jurídicas é um dos mais importantes diferenciais. Uma vez que lidamos com o ato de convencer alguém. Uma boa comunicação define, em muitos casos, a vitória ou a derrota em um processo judicial.

 

Durante a carreira de Advogado diversas peças são Orais:

 

·         Audiências nas diversas áreas jurídicas

·         Alegações Finais (Os mais tímidos preferem entregar os famosos MEMORIAIS)

·         Júri (Nos crimes contra à vida)

·         Sustentações Orais nos Tribunais (Uma peça que valoriza e enobrece o causídico, quando bem elaborada)

·         E, outras tantas oportunidades que temos de Falar em Público nos ambientes jurídicos, Policiais e Administrativos

 

Imagine você cliente de um advogado que numa audiência lhe foi dado a palavra e ele timidamente agradece ao Doutor Juiz, alegando que não tem nada a dizer.

 

Imagine você novamente o cliente suplicando para que ele faça uma Sustentação no Tribunal e ele alega que não é a sua especialidade.

 

Se o Advogado soubesse o quanto é importante nesse caso, a sustentação oral em sua carreira jurídica, faria imediatamente um Curso nessa especialização.

 

A sustentação oral é a oportunidade que tem o advogado de sustentar, no dia do julgamento e perante o colegiado julgador, da tribuna e oralmente, as razões do seu recurso ou as suas contra-razões ao recurso da parte adversária.

São 15 minutos,  logo após a leitura do Relatório pelo Relator e imediatamente antes deste proferir seu voto.

 

É tão importante que tem previsão Constitucional, bem como, o Estatuto da OAB em seu art. 7º, inciso IX, e agora o atual CPC em seu art. 937.  

 

A Sustentação Oral poderá ser apresentada nos diversos Tribunais: Estaduais, Federais, Trabalhistas, STJ e STF, de forma ORAL, geralmente, logo após o voto do Relator, nas instâncias Judiciais e Administrativas, pelo prazo de 15 minutos, ou conforme disposição do Regulamento Interno de cada Tribunal.

Trata-se de um recurso muito importante que auxilia, esclarece, reforça e direciona o FOCO dos Julgadores, complementando a peça Memorial escrita.

A Sustentação Oral faz a diferença em primeiro lugar, porque poucos advogados utilizam dessa peça tão extraordinária. A pesquisa, informa que os Advogados Sustentadores Orais, não chegam a 8%, vale dizer, aquela parte que o fizer, ganha vantagens e benefícios de relembrar tópicos importantes que passaram despercebidos pelo relator, e que serão novidades, aos demais julgadores, que com certeza, solicitarão vistas aos autos, para estudar o seu voto.

Muitos advogados justificam que é uma peça inútil, que o voto já está pronto, os julgadores detestam Sustentações, etc...

  Com certeza,  essa justificativa entre a mais  sincera é o MEDO de FALAR em PÚBLICO, a um grupo de julgadores ilustres e seletos, tais como Juízes, Desembargadores e Ministros.

  Para que isso aconteça, os Advogados sustentadores, necessitam conhecer as técnicas de Oratória, da argumentação e do convencimento para exporem em suas Sustentações Orais.

Por sua vez, ir para uma Sustentação Oral despreparado, desconhecendo o Processo, às técnicas jurídicas e às de oratória, será um desastre acompanhado da vitória da parte contrária. Afirmo com toda convicção, nesse caso, é melhor não ir do que participar de um papel ridículo e “fiasquento”.

 

O nosso Curso de Oratória Jurídico para Advogados e Acadêmicos de Direito, permite em sua praticidade, que em 20 horas aulas, ou em dois dias, você esteja apto a dar um Show na próxima oportunidade que você tiver que fazer o uso da palavra no meio jurídico.

Trata-se de um Curso 100% prático, e filmado! cada participante passará por 5 a 6 simulados, com as correções necessárias para torná-lo um excelente profissional digno da nossa respeitada OAB.

 

Não perca tempo! – Veja qual a sua necessidade: Alegações Finais nas Audiências? – Júri? – Sustentação Oral nos Tribunais? – TCC, para os Acadêmicos?  - Dissertação ou Tese, para os futuros juristas?   -  Contate conosco!  - Organize sua turma! – Nós vamos aonde você estiver!

 

Contato: www.AcacioGarcia.com.br   -   48-99914 3689   - 48 – 3225 2337

 Agende-se para o Curso em São Paulo em Dezembro!

Boa Sorte!  E venha ser Feliz, se comunicando com o mundo jurídico!


O Professor Acácio Garcia

  1. Professor de Oratória com uma experiência de 30 anos
  2. Procurador Federal
  3. Possui a Escola Superior da Magistratura de SC
  4. Professor de Prova Oral às carreiras jurídicas por todo país
  5. Especializações em: Neuro-Psicopedagogia e Marketing Pessoal e Profissional
  6. Autor de 10 livros entre eles: "A boa Comunicação no dia-a-dia"; "Como Passar na prova Oral"; "Prova Oral - 3.500 Perguntas com respostas fundamentadas"; "Vença a timidez de Falar em Público"; " Como falar em público com naturalidade e entusiasmo"; "Falando em Público com autoestima";  entre outros.